Pular para o conteúdo principal

São Bonifácio

Depois de um longo período sem viagens de moto...
sábado para descansar, aproveitar a natureza e um motivo para inaugurar a moto na estrada.


São Bonifácio foi o destino escolhido. Minha esposa e companheira de todos os passeios esta grávida da Alice, são 7 meses de barriga que não sobem mais em moto. Por isto o passeio foi solo e será por algum tempo.

Um pouco da história da cidade, copiado do site da cidade  (fonte:  http://www.saobonifacio.sc.gov.br):

"São Bonifácio, Município de origem alemã, sendo a maioria proveniente da região da Westphália - Alemanha, por volta de 1864. Inicialmente instalaram-se na Colônia de Teresópolis e posteriormente no Vale do Rio Capivari, hoje São Bonifácio. Em 23 de setembro de 1918 tornou-se Distrito de Palhoça, através da Lei Municipal nº 271 e em 23 de agosto de 1962, através da Lei nº 840 foi elevado a categoria de Município, sendo que sua instalação ocorreu em 29 de dezembro de 1962.

Nosso principal acesso é feito pelo sentido norte, através da SC-435, denominada Rodovia Pe. Sebastião Antônio van Lieshout, partindo da BR 282, no Km 41. No sentido sul, também através da SC-435, partindo da SC-438, na cidade de Gravatal. A economia baseia-se na agricultura, pecuária de leite e corte, apicultura, avicultura, beneficiamento de madeira, indústrias de lacticínios e turismo, com forte vocação voltada ao turismo ecológico. Somos detentores do título de Capital Catarinense das Cachoeiras (Lei Estadual nº 13.096 de 18/08/2004)".  

O passeio iniciou as 13:30hs, saindo de casa pegando a BR-101 em direção a Santo Amaro. Depois de alguns kms pela BR-282, aparece a entrada para cidade de São Bonifácio.
A estrada tem paisagens fantásticas, asfalto perfeito e muitas curvas para fazer o que gostamos: andar de moto!

Comparando a V-Strom nova com o modelo anterior, sinto que a ciclística mudou bastante. O som do motor, peso e guidão sofreram alterações. É um nova moto, mais leve e mais rápida.  

Mantive ao longo do passeio as recomendações do manual para amaciamento do motor, não passando de 5.000 RPM. Com esta configuração é possível andar no máximo a 120km/h.

O percurso:



Paradas para as fotos, muitas paradas. Minha fotógrafa faz falta!





Fotos realizadas de um pequeno mirante que existe, ainda na cidade de Águas Mornas.  O dia estava perfeito, com sol e céu azul.  Mas, em determinados pontos da estrada, fazia muito frio devido à vegetação. Muitos pontos com asfalto molhado, onde o sol não chega, o que fazia a estrada ficar perigosa, principalmente nas curvas.





Esta é a gruta Bom Pastor. Um local que chamou a atenção porque fica ao lado da estrada, com muitos bancos. Todos limpos e com uma tranquilidade que dava vontade de ficar deitado nos bancos para escutar o barulho da água.




As paisagens são incríveis, principalmente quando fazem lembrar da nossa infância. Rios com muita água, locais para brincar sem perigo, ar puro e um luxo de simplicidade que não existe nas cidades grandes. Pessoas tranquilas andando de bicicleta e crianças brincando de carrinho e de bonecas.






A foto abaixo, mostra a praça central da cidade. Ao fundo, o hospital público da cidade.




Até o cemitério é bonito e enfeitado com flores...


A 75km de Florianópolis, uma cidade que dá vontade de morar. 


Resumo:

As 16:30hs estava em casa, renovado e feliz da vida com a moto.
Ao total foram 149,4 km.
A moto fez média de 24,7 km / Litro 

São momentos tão simples como estas horas na moto, que podem fazer a gente pensar em tantas coisas. São momentos que proporcionam sentimentos, imagens, adrenalina e recordações que renovam o espirito da vida rapidamente.





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Férias pelo Uruguai (Rivera, Montevidéu e Chuí)

Montevidéu ou Montevideu (em castelhano: Montevideo) é a capital e maior cidade do Uruguai. É também a sede administrativa do Mercosul e a capital mais jovem da América Latina, fundada entre os anos 1724 e 1730. Localiza-se na zona sul do país, às margens do rio da Prata e é a cidade latino-americana com a maior qualidade de vida e se encontra entre as 30 cidades mais seguras do mundo. Quase a metade da população do país, ou 1,4 milhão de habitantes, mora nessa metrópole, que possui uma arquitetura charmosa e preservada, onde vale a pena andar a pé e admirar suas ruas elegantes. A cidade se encontra em uma zona geográfica que se caracteriza como a rota principal de exportação de cargas do Mercosul. Por sua vez, conta com uma baía ideal que forma o porto natural mais importante do país e o melhor da América do Sul, pela qual saem e entram as mercadorias exportadas e importadas. Os cidadãos de Montevideo são conhecidos como pessoas cultas e elegantes. (Fonte: www.wikipedia.org )

Férias em Campos do Jordão - SP

Sobre a cidade: Campos do Jordão localiza-se a 1.700 metros de altitude e pesquisas científicas acusaram a superioridade de seu clima em relação a Davos Platz, nos Alpes Suiços, bem como um teor de oxigenação e ozona superior ao de Chamonix, famosa estância francesa, pela pureza do ar. Campos do Jordão apresenta vantagem sobre as demais estâncias climáticas brasileiras: o seu clima tropical de montanha faz com que o sol esteja presente praticamente o ano todo. A luminosidade costuma atingir o seu grau máximo no inverno, quando então a temperatura chega a 5 graus negativos, embora já tenha atingido, no passado, a 18 graus abaixo de 0, em 1992. Fonte: http://www.netcampos.com Portal da Cidade de Campos do Jordão - SP Como realizamos esta viagem: Dez dias de férias. Como aproveitá-los ao máximo? Sem sombra de dúvida, dando uma esticada de moto!!! Perfeito! Mas qual seria o destino?  Minha ideia inicial era visitar  nosso país vizinho, isto mesmo, o Uruguai. Mas devido a

Dia dos Namorados em Rio dos Cedros - SC

Saímos da Grande Florianópolis, fomos até Pomerode e dormimos em Jaraguá do Sul (SC).  No dia seguinte seguimos para Pomerode, Rio dos Cedros, Timbó e voltamos para casa. Espero que gostem e se possível comentem no final do texto. Obrigado . . Depois de uma semana em Recife-PE (a trabalho) e de quase não conseguir voltar para Floripa devido às cinzas do vulcão chileno que provocaram cancelamentos de voos para Floripa-SC, cheguei em casa sexta à noite com duas horas de atraso. Uma semana sem andar de moto, estava precisando sentir o vento no rosto. Pegamos a V-Strom e fomos até Pomerode-SC, em mais um belíssimo encontro de motos oferecido pelo Dragões do Vale.  Lambreta no encontro dos Dragões do Vale A viagem foi ótima mesmo com a temperatura de 10° C. Para quem conhece esta sensação ao andar de moto, palavras são desnecessárias. Para quem não conhece, basta imaginar esta cena: coloque sua roupa mais quente (na qual não entra vento), luvas e um bom par de