Pular para o conteúdo principal

Corupá - Rota das Cachoeiras


*Antes tarde do que nunca, segue o passeio que realizamos no carnaval de 2012.

Carnaval de 2012, não estávamos com grandes planos para viajar. Por isto, fomos até Jaraguá do Sul na casa da minha avó e domingo nosso objetivo foi a Rota das Cachoeiras em Corupá - SC.



Um pouco sobre a cidade de Corupá:


Corupá é um destino de beleza surpreendente para os apreciadores de turismo ecológico, rural, de aventura e de compras. Com 12.500 habitantes, fica aos pés da Serra do Mar, em um vale rodeado de quedas d'água e de Mata Atlântica. Seu nome em língua indígena significa "lugar de muitas pedras". Fundado em 1897 por colonizadores alemães, italianos e poloneses, chamou-se inicialmente Hansa Humboldt em homenagem ao alemão Alexandre Von Humboldt. Em 1958 foi desmembrado de Jaraguá do Sul e conquistou a emancipação política. 


A economia local se baseia na agricultura, em especial a bananicultura, que lhe dá o título de Capital Catarinense da Banana. O artesanato com produtos de banana é uma marca da cidade. A partir dos anos 1940, Corupá também passou a ser conhecida pelo cultivo em grande escala de orquídeas e bromélias. Hoje as plantas abastecem os mercados nacional e internacional. Na indústria, destacam-se as movelarias, metalúrgicas e madeireiras. 



Situa-se a 19 km de Jaraguá do Sul e 210 km de Florianópolis. A localização geográfica no início da subida do Planalto Norte, entre dois pólos regionais - Jaraguá do Sul e São Bento do Sul - faz do município uma escala imperdível para quem percorre o Caminho dos Príncipes. A Rota das Cachoeiras é o principal atrativo turístico.


Fonte: http://www.corupa.sc.gov.br/turismo/


Rota das Cachoeiras


O Rio Novo nasce nos campos do planalto e despenca até a planície através das montanhas da Serra do Mar, formando diversas quedas d’água.

As 14 cachoeiras, que formam a Rota das Cachoeiras, estão localizadas numa área de 100 hectares com desnível aproximado de 600 metros. O trajeto das quedas, todas em seqüência, é feito por duas trilhas sinalizadas:

- A Trilha Passa-Águas que contorna o rio e permite a caminhada próximo às águas, tem extensão de 2.900 metros e tempo de percurso aproximado em 3h30min, ida e volta;

- A Trilha do Araçá foi a primeira trilha aberta, liga a primeira e a decima quarta cachoeira, seu percurso é feito através da mata, tem extensão de 2.500 metros e também dura em torno de 3h30min, ida e volta. 

Fonte: http://www.corupa.sc.gov.br


O Percurso

Saímos de Jaraguá do Sul por volta das 8hs, depois de um delicioso café da manhã na casa da Oma. Dispensa comentários!

Depois de 20 minutos, de excelente estrada e montanhas chegamos a Corupá. A estrada até as Cachoeiras  é sinalizada e estava em boas condições, mesmo considerando os mais de 10km de estrada de chão.



Não sabíamos o que nos esperava, mas sabíamos que o recomendado era tênis e roupas leves. 


Após passar esta ponte, existe um mini mercado onde compramos os ingressos para entrada na cachoeira. 



Mini mercado, compra de ingressos

Praticamente deste ponto em diante, foram alguns km de estrada de chão e calor.





Com o calor que estava, ver esta água renovava a ideia de realizar um mergulho em águas geladas!




Em fim, chegamos ao local.  Daqui para frente as fotos falam mais!





Cachoeira - 01
Com muito pique





Cachoeira - 02



Cachoeira - 03

A dificuldade estava aumentando




Cachoeira - 04


Cansada?

Pessoal carregando as energias, Cachoeira - 05






  







































A última Cachoeira, nem acredita que conseguiria. Não foi muitas vezes na minha vida que pensei em desistir, mas confesso que quando cheguei na sexta cachoeira pensamos em voltar. Depois de ver algumas pessoas passando e outras voltando do objetivo final ganhamos incentivos e prosseguimos.

A última tem um longo trajeto de caminhada em meio a mata, um percurso maior do que as demais. Com certeza a imagem abaixo mostra a retribuição do esforço.


Cachoeira - 14














Executamos o seguinte plano, subimos todas as cachoeiras e conhecemos todas. No retorno (pelo mesmo caminho) optamos em parar para tomar banho em algumas e administramos o tempo de forma que pudéssemos chegar com segurança a base.

Levamos mochila com muita água, bolachas e frutas. Iniciamos a subida por volta das 09:30hs e retornamos praticamente as 16hs. 

Obs. A moto ficou em estacionamento do próprio parque. Local seguro e tranquilo!

Mais algumas fotos, durante o percurso...

Melhor local para banho









Resumo das Cachoeiras



Fazer algo simples, mas diferente é o que nos motiva. E sempre nos perguntamos:  Quando foi a última vez que fez algo pela primeira vez? (Dale Carnegie).  



Espero que tenham gostado e que as informações postadas aqui possam ser úteis para os aventureiros!


Publicado em 07/dez, sendo que o passeio ocorreu em 19/fev.




Comentários

Postar um comentário

Obrigado por comentar!
Jean e Dayana Raduenz

Postagens mais visitadas deste blog

Férias pelo Uruguai (Rivera, Montevidéu e Chuí)

Montevidéu ou Montevideu (em castelhano: Montevideo) é a capital e maior cidade do Uruguai. É também a sede administrativa do Mercosul e a capital mais jovem da América Latina, fundada entre os anos 1724 e 1730. Localiza-se na zona sul do país, às margens do rio da Prata e é a cidade latino-americana com a maior qualidade de vida e se encontra entre as 30 cidades mais seguras do mundo. Quase a metade da população do país, ou 1,4 milhão de habitantes, mora nessa metrópole, que possui uma arquitetura charmosa e preservada, onde vale a pena andar a pé e admirar suas ruas elegantes. A cidade se encontra em uma zona geográfica que se caracteriza como a rota principal de exportação de cargas do Mercosul. Por sua vez, conta com uma baía ideal que forma o porto natural mais importante do país e o melhor da América do Sul, pela qual saem e entram as mercadorias exportadas e importadas. Os cidadãos de Montevideo são conhecidos como pessoas cultas e elegantes. (Fonte: www.wikipedia.org )

Férias em Campos do Jordão - SP

Sobre a cidade: Campos do Jordão localiza-se a 1.700 metros de altitude e pesquisas científicas acusaram a superioridade de seu clima em relação a Davos Platz, nos Alpes Suiços, bem como um teor de oxigenação e ozona superior ao de Chamonix, famosa estância francesa, pela pureza do ar. Campos do Jordão apresenta vantagem sobre as demais estâncias climáticas brasileiras: o seu clima tropical de montanha faz com que o sol esteja presente praticamente o ano todo. A luminosidade costuma atingir o seu grau máximo no inverno, quando então a temperatura chega a 5 graus negativos, embora já tenha atingido, no passado, a 18 graus abaixo de 0, em 1992. Fonte: http://www.netcampos.com Portal da Cidade de Campos do Jordão - SP Como realizamos esta viagem: Dez dias de férias. Como aproveitá-los ao máximo? Sem sombra de dúvida, dando uma esticada de moto!!! Perfeito! Mas qual seria o destino?  Minha ideia inicial era visitar  nosso país vizinho, isto mesmo, o Uruguai. Mas devido a

Dia dos Namorados em Rio dos Cedros - SC

Saímos da Grande Florianópolis, fomos até Pomerode e dormimos em Jaraguá do Sul (SC).  No dia seguinte seguimos para Pomerode, Rio dos Cedros, Timbó e voltamos para casa. Espero que gostem e se possível comentem no final do texto. Obrigado . . Depois de uma semana em Recife-PE (a trabalho) e de quase não conseguir voltar para Floripa devido às cinzas do vulcão chileno que provocaram cancelamentos de voos para Floripa-SC, cheguei em casa sexta à noite com duas horas de atraso. Uma semana sem andar de moto, estava precisando sentir o vento no rosto. Pegamos a V-Strom e fomos até Pomerode-SC, em mais um belíssimo encontro de motos oferecido pelo Dragões do Vale.  Lambreta no encontro dos Dragões do Vale A viagem foi ótima mesmo com a temperatura de 10° C. Para quem conhece esta sensação ao andar de moto, palavras são desnecessárias. Para quem não conhece, basta imaginar esta cena: coloque sua roupa mais quente (na qual não entra vento), luvas e um bom par de