19 maio 2011

Domingo de Páscoa em Pomerode



Domingo de Páscoa. Após ter aproveitado o Festival Internacional de Balonismo em Torres, durante o feriadão, fomos curtir o domingo e cumprir um delicioso e tradicional compromisso familiar: almoçar com a vó e com os meus pais em Pomerode (A cidade mais alemã do Brasil).

 



Saímos de São José por volta das 8hs e seguimos na BR 101.  Depois optamos pela estrada velha em direção a Blumenau, seguimos por Gaspar e logo chegamos a Pomerode.

 Conseguimos um feito raro: chegar antes que os mais adiantados da família, família esta de descendência alemã e sempre à frente do relógio!!! 

Portal de entrada na cidade
  E como ainda estava cedo paramos para registrar o momento no portal de entrada da cidade, onde conhecemos um casal muito simpático com o qual conversamos por mais de 30 minutos.


Arvore de páscoa
A cidade, além de suas casas belas com jardins impecáveis, estava decorada com delicadas árvores de páscoa em vários locais.



Pomerode é uma cidade cativante, já passamos por lá diversas vezes (rumo à Jaraguá) e sempre nos encantamos com o lugar. Resolvemos visitar a casa de Carl Weege, um imigrande pomerano que fixou sua residência na cidade, e registramos o momento. Na internet, achei um video mostrando a casa por dentro (Video)


O dia não estava ensolarado, mesmo assim as fotos ficaram boas devido à arquitetura e ao lindo lugar.


Apesar do horário de visitação ser de terça a domingo, a casa estava fechada por se tratar do domingo de páscoa, por isso só apreciamos a parte externa e demos uma espiadinha pela janela. Seguem algumas fotos:







Depois do tour fomos ao restaurante da Malwee em Pomerode e chegamos conforme o horário combinado (11hs).  Um lugar bonito e com uma comida espetacular, onde ficamos só aguardando a chegada da família....

Restaurante na Malwee de Pomerode
De Pomerode, partimos para casa da minha vó em Jaraguá do Sul (através da rodovia Wolfgang Weege), onde descansamos e recarregamos as baterias com bolo de cenoura e cuca. Às 15hs retornamos para nossa casa.

Não satisfeitos, ao chegar em casa, decidimos não deixar a sogra sem nossa visita de páscoa, e fomos levar os ovinhos da família da Day que mora a 40km da nossa casa, no extremo norte de Floripa - em Ponta das Canas. Conversamos, lanchamos e para a minha esposa matar a saudade do irmão que passava o feriadão lá, deixei-a com a família e voltei sozinho assimilando todos os acontecimentos destes aproximadamente 1.100km percorridos de moto naquele feriado.

Aproveitamos o feriadão para descansar, mas não devemos nos esquecer do que realmente esta data trata:
“Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós pensávamos que Deus o estava castigando.... Mas Ele foi ferido por causa das nossas transgressões.... e pelas suas pisaduras fomos sarados.” Isaías 53: 4 e 5.


Aprendizados:
- Aproveitamos cada minuto como se fosse único;
- Já conhecíamos a cidade de Pomerode, mas procuramos algo diferente (sempre tem) que ainda não havia sido visitado;
- A variável distância não é a principal quando se aproveita o momento. A viagem, o passeio na cidade e as paisagens são sempre muito gratificantes para quem anda de moto.


Dados:
Total de Km São José – Pomerode – Jaraguá do Sul – São José:  395,3 km
Total de Km São José - Floripa/Ponta das Canas - São José:  85 km
Almoço / média:  R$ 50,00
Tomar café na casa da avó:  não tem preço
Combustível:  +/- R$ 65,00


3 comentários:

  1. Vou almoçar, em um domingo, no Malwee. Boa ideia!

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Muito bonito o passeio! E essa árvore com flores de várias cores, hehe, sei que são enfeites.
    Grande abraço ao casal e aguardamos os próximos posts.
    At. Tiago
    http://pescalitoral.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Fala Jean! Obrigado pela visita ao nosso Bolg.
    Dei uma circulada pelo teu blog e achei um show a forma como está organizado. Os relatos terminando com os "Dados" e "Aprendizados" ficaram bem legais. Já as fotos são um show a parte! Ou você é um profissional da área ou tem um baita talento para sê-lo.
    Parabéns pelo Blog e pelas experiências vividas! Legal ver que está aproveitando bem essa maravilhosa V-Strom :-)
    Abração,
    Guilherme

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar!
Jean e Dayana Raduenz